segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

NAPOLEON DYNAMITE (EUA, 2004) *



Este filme virou cult nos Estados Unidos, mas me escapa o por quê, já que é uma comédia sem graça e um fiapo de história que mal consegue fazer o filme “parar de pé”. No final fiquei me perguntando se tinha perdido alguma coisa, ou se não tinha compreendido o que o filme queria dizer, mas compreendi sim, ele não que dizer nada.

Napoleon Dynamite (Jon Heder) é um estudante idiota que é ridicularizado pelos seus colegas na escola, o que não é muito diferente em casa com seu irmão e seu tio. A situação muda um pouco quando ele fica amigo de Pedro, um mexicano e forma com ele um grupo de excluídos, no qual se encaixa também Tina Majorino, uma moça que vende bugingangas e usa o cabelo “rabo de cavalo” para um lado. Juntos decidem lançar a candidatura de Pedro para presidente de uma associação estudantil, o que parede ridículo, já que sua concorrente Summer é uma das mais populares da escola. E só. A situação transcorre por todo o filme, com alguns acontecimentos que não tem importância ou pouco acrescentam.

O elenco é formado por desconhecidos, com exceção de Tina Majorino (Corina, uma babá perfeita), mas John Heder que era amador na época, prosseguiu carreira (Os esquenta-banco). A maioria deles para demonstrar (ou parecer) que são idiotas fazem cara de “nada”, mais adequados para filmes sobre mortos-vivos, que é o que eles parecem. Melhor evitar.



Um comentário:

  1. E SOBRE A SÉRIE DE DESENHOS , BASEADA NO FILME ?

    ResponderExcluir