quinta-feira, 2 de outubro de 2014

ADRIANA PRIETO


Coloquei Adriana Prieto no banner do blog e nem fiz nenhuma postagem apresentando-a às novas gerações ou relembrando sua história para os saudosos fãs do cinema brasileiro. Sou seu fã incondicional. Adoro seu jeito ingênuo e ao mesmo tempo intempestivo. 


Adriana Prieto nasceu na Argentina em 1950, filha de um diplomata chileno e uma brasileira, sua família mudou-se para o Brasil quando ela tinha apenas 04 anos. Durante do Colegial ela estreou no cinema em 1966 no filme El Justicero de Nelson Pereira dos Santos e já foi premiada como melhor atriz coadjuvante naquele ano. Com Lúcia MacCartney Garota de Programa venceu o prêmio Air France de melhor atriz em 1971. No mesmo ano, naturalizou-se brasileira.



Faleceu tragicamente em um acidente de carro na véspera de Natal do ano de 1974, quando seu fusca foi atingido por um carro da polícia. Quando morreu, tinha acabado de filmar O casamento (1975) de Arnaldo Jabor.  

Fez apenas duas novelas, Rainha Louca (1967) e Tempo de viver (1972). Sua carreira era essencialmente cinematográfica, onde se destacou nos filmes Os paqueras (1969), Uma mulher para sábado (1970), A viúva virgem (1972) e Ainda agarro essa vizinha (1974).

Confira sua filmografia completa:
(Os filmes marcados com X são os que eu assisti)




   1972 (  ) Tempo de Viver(TV Series)
1967 (  ) A Lei do Cão
1967 (  ) A Rainha Louca(TV Series)
1967 (X) El Justicero

  



2 comentários:

  1. Um grande talento que morreu precocemente

    ResponderExcluir
  2. Olá. Eu também me descobri fã de Adriana Prieto quando assisti ao Último filme dela O Casamento e simplesmente achei muito cativante e maravilhosa atriz. Não tinha nascido quando ela infelizmente faleceu e só agora a alguns meses a "descobri" por acaso e fui assistindo outros filmes como "Soninha toda pura", A penúltima donzela e a Viúva Virgem. Fantásticos os filmes. Estou procurando os outros filmes dela para assistir. Também agora sou muito fã.

    ResponderExcluir